Estiagem e risco de problemas no abastecimento; CIS lança campanha de uso consciente da água

O medo de um novo pesadelo com a falta d’água como aconteceu em meados de 2014, durante a gestão do ex-prefeito Antônio Tuíze, a Companhia Ituana de Saneamento – CIS, criada pela administração do prefeito Guilherme Gazzola, tem tomado medidas para evitar problemas graves no abastecimento de água, em especial nas regiões mais altas da cidade.
E além dos investimentos na rede de distribuição e também nas Estações de Tratamento e na Adutora do Ribeirão Mombaça, uma obra considerada a principal alternativa para o abastecimento, a CIS também tem se preocupado com a conscientização do uso racional da água por parte dos munícipes.
Na última quinta-feira, dia 15, a CIS – Companhia Ituana de Saneamento em parceria com a Prefeitura lançaram a campanha “A Água é de Todos e Cada Um Deve Fazer a Sua Parte”. Com ações publicitárias e também a divulgação de informações nos canais da CIS e Prefeitura, o objetivo é promover o consumo consciente de água. Também estão incluídas dicas de economia, apresentação de boas ideias e fornecimento todo o suporte em caso de dúvidas dos munícipes: “No início deste ano, registramos o menor índice de chuvas desde 1961. Além disso, entre os meses de abril e agosto é previsto um período de estiagem . Por esta razão, mesmo com os oito mananciais da cidade cheios, é fundamental agirmos em conjunto com os munícipes para preservar a água que nós temos”, afirma o superintendente da CIS, Vincent Menu.
Para o prefeito Guilherme Gazzola, o trabalho tem sido realizado para evitar o desabastecimento: “São nos momentos de maior tranquilidade que devemos agir com medidas preventivas e evitar problemas futuros. Com planejamento, trabalho e o apoio da população vamos cumprir nosso papel. Vamos manter o abastecimento de água em toda a cidade”, complementa o prefeito de Itu.
Em nota enviada à imprensa, a CIS informa que foi criada com um enorme desafio: “resolver os problemas de abastecimento de água em Itu. Durante 20 anos, a cidade não contou com os investimentos necessários em infraestrutura. A consequência foi sofrida pelos cidadãos, que já vivenciaram momentos de extrema delicadeza por conta da falta de água. No entanto, a CIS já trabalhou muito desde sua fundação em fevereiro de 2017, com a construção de reservatórios e adutoras para melhorar a distribuição e reformas em todas as instalações de tratamento de água”.
Falta d’água – Além dos problemas de pressurização para o abastecimento de água nos bairros mais altos da cidade, a CIS precisa administrar interrupções em virtude de fatos externos. Na última quinta-feira, dia 15, a Prefeitura informou que um erro da equipe de manutenção da CPFL provocou a queda de energia na madrugada e danificou alguns equipamentos da Estação de Tratamento de Água do Pirapitingui. E por esta razão, todos os bairros Cidade Nova, Vila Martins, Jd. União, Jd. Europa, Jd. Novo Mundo, Vl. Vivenda e Vl. Penha de França terão o abastecimento interrompido.