Empresário defende presidente e diz que Temer foi “traído e vítima de ciladas”

A relação pessoal entre o empresário José Eduardo Bandeira de Mello e o presidente da República Michel Temer foi exposta durante solenidade de outorga do título de Cidadão Ituano à Bandeira de Mello.
Durante seu discurso, o empresário fez a defesa do atual presidente da República e citou que Temer foi “traído e vítima de ciladas” durante sua gestão de pouco mais de 16 meses à frente do país: “Falo ao presidente como cidadão e não como amigo pessoal. Nunca neste país, imitando aquele cidadão: nunca na história deste país alguém foi tão traído e vítima de tantas ciladas quanto o presidente Temer. Perdeu muitas batalhas, venceu a guerra e aqui está, sobranceiro, ao nosso lado”, afirmou Bandeira, parafraseando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
José Bandeira de Mello também parabenizou o presidente “que não está em busca de promoção popular e sim para que o Brasil precisa, não o que a população quer”.
O empresário citou que Temer mexeu em “vespeiros cheios de marimbondos venenosos” com a apresentação e aprovação da nova Reforma Trabalhista em substituição ao CLT, e parabenizou o presidente pela atitude de “liquidar com o criadouro de pelegos, que era o imposto sindical, além de resgatar a Petrobras e as demais estatais”.