Consumidores deverão investir mais em roupas e calçados para o presente do Dia dos Namorados 

Este ano, os apaixonados vão ter um pouco mais de cautela na hora das compras e de presentear seu par, devido a situação econômica do país. Assim, o presente deverá unir o útil ao agradável, ou seja, os namorados vão comprar itens considerados essenciais, como roupas e calçados. 

A FecomercioSP estima que no mês de junho o faturamento bruto real do total do varejo paulista deva crescer 0,8% em relação ao mesmo mês de 2021. Porém, as vendas do conjunto de atividades tradicionalmente mais sensíveis ao Dia dos Namorados devem apontar queda de 2,3% no comparativo anual. A exceção será o varejo de tecidos, vestuário e calçados. A este grupo se espera um crescimento de 18,5% no mês.

A orientação para os lojistas é de investir nas divulgações, na montagem chamativa para a data nas vitrines. “O gestor e sua equipe devem aproveitar as comemorações do Dia dos Namorados para investir em iniciativas de gestão e marketing, com o intuito de obter os melhores resultados. É importante se atentar a tendências de mercado, lançamentos e preferências dos consumidores, bem como preparar a loja física ou online quanto aos estoques, além da formação da equipe e do treinamento desta para apresentar lançamentos, ações promocionais, prazos de entrega, troca e devoluções. Uma boa decoração visual também pode fazer a diferença na hora de atrair a clientela”, diz Jaime Vasconcellos, Assessor Econômico da FecomercioSP.

No ramo de vestuário e calçados, o frio tem potencial de impulsionar relativamente as vendas, mas o atrativo em geral está na criatividade e planejamento que o empresário deve ter para esta e outras datas especiais do comércio.

Ainda que haja bastante cautela com o ritmo das vendas no decorrer de 2022, devido aos impactos da alta inflação, dos elevados níveis de endividamento e inadimplência familiar, e ainda patamares relevantes de desemprego no país, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), medido pela FecomercioSP, avançou 40,2% ao compararmos os últimos meses de maio. “Isso porque contrapomos duas épocas bastante distintas, já que em 2021 estávamos apenas iniciando neste período o processo de reabertura das atividades, após flexibilização do Plano São Paulo”, explica Jaime. Ainda que esta pesquisa da FecomercioSP seja feita na capital paulista, espera-se que a tendência não se altere muito em outras localidades do estado.

Para finalizar, aos namorados, fica uma dica: se a grana estiver curta, programe um passeio ou programa a dois gratuito pela região, invista em presentes que possam ter maior valor sentimental do que material e capriche nas declarações de amor, afinal, o que vale mesmo é estar junto da pessoa amada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s