Exposição do artista Julio Guerra esta aberta para visitação

Uma das maiores exposições individuais do artista Júlio Guerra foi aberta na última terça-feira (08/05), no saguão da Prefeitura. Intitulada “Itu (Re)Encontro com Júlio Guerra”, a mostra conta com 12 esculturas, dez pinturas de óleo sobre tela, um desenho e uma gravura.

A data de abertura foi escolhida em comemoração a passagem do Dia do Artista Plástico, celebrado no Brasil em 08 de maio, data de nascimento do pintor ituano José Ferraz de Almeida Junior.

O prefeito Guilherme Gazzola esteve presente e destacou a importância de levar arte e cultura para todos, além de fazer do prédio da Prefeitura um espaço para exposições. “Redescobrir Júlio Guerra é um orgulho para cidade principalmente junto com pessoas que são apaixonadas e fazem com que tudo aconteça”, comentou o prefeito.

julio-guerra-prefeito.jpg

A exposição tem curadoria do museólogo Doutor Emerson Ribeiro Castilho e aborda a trajetória poética criativa deste artista, traçando um panorama de sua produção.

Durante sua fala, o secretário de Cultura Geraldo Gonçalves Junior, lembrou que uma das funções da secretaria é a de recuperar a memória e trazê-la para o convívio da sociedade.

A cerimônia também contou com a presença da filha de Julio Guerra, Elza Hessel Guerra Sanches, homenageada em reconhecimento ao legado deixado por seu pai. Também estiveram presentes na cerimônia Patrícia Müller Gazzola primeira dama e presidente do Funssol de Itu, Manoel Gouveia representando os colecionadores que gentilmente emprestaram suas obras, Raquel Faiard diretora da Fundação Marcos Amaro, apoiadora da exposição, Ricardo Rezende curador da Fundação Marcos Amaro, secretários e diretores municipais.

Toda a população pode visitar gratuitamente a exposição até o dia 08 de junho, de segunda a sexta das 8h às 17h e, nos sábados e domingos, dias 12, 13, 19 e 20 das 10h às 17h, no saguão da Prefeitura de Itu, na Avenida Itu 400 Anos, 111, Itu Novo Centro.

O primeiro encontro

A ligação de Júlio Guerra com Itu se dá por meio da escultura do pintor ituano Almeida Junior que está na praça de mesmo nome, localizada na Vila Nova.  Durante os anos de 1950, Guerra ganhou um concurso de maquetes promovido pelo Governo do Estado de São Paulo, em homenagem ao pintor ituano e patrono das Artes Plásticas do Brasil, elaborando um monumento que foi instalado na Praça da Independência (Carmo) possivelmente um dos endereços do ateliê do artista ituano.

julio-guerra2.jpg

Esta obra foi realizada entre os anos de 1950 e 1956, quando neste último ano o prefeito da época retirou o monumento do local. Desde então todo conjunto foi dado como desaparecido. Nos anos de 1970 o remanescente da escultura foi implantado na Praça Almeida Júnior, porém não havia conhecimento sobre a autoria da obra que não é assinada nem datada.