CIS investe R$ 14,5 milhões para redução de perdas na distribuição de água

Consciente de sua responsabilidade com relação à situação de escassez dos recursos hídricos e buscando maior eficiência operacional, a CIS- Companhia Ituana de Saneamento está investindo R$ 14,5 milhões no combate a perdas de água em suas operações. 2021 será marcado pela pior estiagem dos últimos 91 anos no Estado de São Paulo, com isso, a autarquia vai reforçar a aplicação de recursos para evitar desperdícios de água.

Obras foram iniciadas em diversos pontos de Itu. Na região do Pirapitingui, a CIS já realiza o trabalho de setorização de redes, com construção de novas tubulações – incluindo a nova Adutora Vila Martins -, instalação de registros e medidores nas redes de distribuição, melhorias na parte hidráulica do reservatório de água tratada do Jardim Europa e a instalação de uma bomba (booster) no mesmo local.

Na região central, várias frentes de obras são executadas de forma concomitante. São reformados quatro reservatórios de água tratada: dois dentro da Estação de Tratamento de Água do Rancho Grande, um na região do Pinheirinho e outro na região da Vila Progresso. Todos passam por melhorias na parte estrutural e hidráulica. Além disso, um novo equipamento com capacidade para um milhão de litros será construído no bairro Potiguara.

A ETA do Rancho Grande também será ampliada com a construção de quatro novos filtros para melhor distribuição do processo de tratamento de água, com melhorias na qualidade e também redução de perdas.

Outra ação importante está na troca de tubulações antigas da cidade. Atualmente, são trocados quase oito quilômetros de tubulações (ferro por tubo PVC) e a substituição de 744 ligações de água no Bairro Brasil. A CIS atinge a marca de 20 quilômetros de trocas após a finalização desta obra.

Por fim, reservatórios, represas e as Estações de Tratamento de água estão recebendo macromedidores. Este tipo de equipamento permite mensurar perdas em todo o sistema de abastecimento. Desta forma, será possível fazer os ajustes necessários para mantermos o maior volume de água possível no tratamento.

“Todas estas obras visam a redução de perdas de água na rede de distribuição. Um trabalho necessário para mantermos o maior volume de água possível no tratamento e na distribuição, em especial durante esta severa estiagem”, pontua o superintendente da CIS, Reginaldo Santos. “As obras necessárias para abastecer a população não podem parar. Contudo, reforçamos que todos devem fazer a sua parte como cidadãos e economizar água”, finaliza. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s