Associação Comercial de Itu pede flexibilização do comércio na cidade

Na última semana, a Associação Comercial e Industrial de Itu – ACII, presidida por Murilo Tuvani, se reuniu com o prefeito Guilherme Gazzola para solicitar a flexibilização do comércio ituano.
O presidente entregou ao prefeito um ofício apresentando propostas e sugestões para viabilizar a reabertura do comércio local, pois “a situação atual tem levado a demissões e fechamento de negócios. Cenário que, caso mantido, poderá ser agravado”, explica o ofício.

Durante a reunião, o prefeito explicou que a situação é de extrema gravidade. “Não existe divisão entre o Poder Público e o comércio, ou atingimos 70% de isolamento social ou a crise vai até julho. O índice de isolamento está muito abaixo do recomendado. Os dados epidemiológicos mostram que não existem indicadores que a crise está passando”.

De acordo com a Associação Comercial, o prefeito afirmou que tem receio que a situação se agrave nos próximos 30 dias. “Sabemos das dificuldades enfrentadas pelos empresários, não podemos negar a crise, mas não existe uma solução, hoje, para flexibilização. Finalizando o prefeito pediu a colaboração da ACII na divulgação da importância do isolamento social para que juntos possamos superar esse momento difícil”, trecho da nota enviada pela ACII.

Confira as propostas e sugestões apresentadas pela ACII.

– Controle de entrada de pessoas e distribuição de álcool gel na porta em todos os comércios não essenciais;

– Permissão para recebimentos de carnês e contas atrasadas;

– No comércio de rua: Segunda, quarta e sexta abre o lado par da rua, terça, quinta e sábado abre o lado ímpar;

– Abertura do comércio não essencial com rígido controle sanitário e de aglomeração;

– Iniciar a flexibilização para restaurantes (com ressalvas); padarias, bares, lanchonetes (com ressalvas) e serviços de festas; comércio varejista; comércio atacadista; comércio de produtos de higiene e limpeza; comércio de produtos cirúrgicos (luva, máscara, álcool em gel); profissionais de saúde; óticas; escritórios em geral (advocacia, contador); serviços de beleza (com ressalvas); oficinas em geral, lava – jatos; concessionárias; auto-peças; taxistas; motoristas de aplicativos; agências bancárias; gráficas rápidas e fotocópias; seguradoras; shoppings centers e galerias comerciais (com ressalvas).

– Pessoas do grupo de risco, continuam em quarentena;

– Uso de máscara por todos, principalmente dentro dos estabelecimentos comerciais;

– Aumento e estímulo do uso de delivery e drive-thru.; Drive-thru: autorizar de imediato todos os estabelecimentos comerciais a utilizar as vias públicas para entregar os produtos comercializados nos veículos dos clientes, devidamente estacionados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s