Fecomércio apresenta propostas ao presidente e governador para reduzir os impactos da pandemia

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo – Fecomércio – SP, enviou ao presidente da República, Jair Bolsonaro e ao governador do Estado, João Doria, propostas que visam equilibrar os percalços enfrentados entre todos os setores da economia. A Federação pleiteou uma melhor utilização dos bancos públicos paulistas, além de solicitar medidas para o combate à mencionada crise.

Ao presidente, a Fecomércio propõe uma avaliação criteriosa sobre todos os aspectos, porém já ressalta que “qualquer estratégia adotada, o impacto econômico será severo, com o fechamento de empresas e demissões”.

No documento, a Fecomércio sugere a PEC dos Fundos Públicos visando a criação do “Fundo de Emergência Covid-19”, perdão dos tributos e a liberação do FGTS.

Governo do Estado – A Fecomércio projeta-se que apenas no comércio 460 mil estabelecimentos, que empregam mais de 1,3 milhão de trabalhadores, fechados desde o último dia 24.

A Fecomércio entende que os créditos do Banco do Povo e DesenvolveSP de R$ 500 milhões são insuficientes e que os micro e pequenos empresários tenham acesso facilitado e desburocratizado às linhas de crédito. Os documentos foram assinados pelo presidente da Fecomércio Abram Szajman.

Em Itu, a Fecomércio tem como base o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Itu e Região – Sincomércio, presidido por Carlos D’Ambrósio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s