Ampliada a possibilidade de regularização dos imóveis

A lei complementar nº 27/2017, conhecida como “lei da anistia”, recebe agora a nova redação de alguns parágrafos, por meio da lei complementar nº 37/2019, aprovada neste mês pela Câmara dos Vereadores. O novo texto, de autoria do Poder Executivo, funciona como uma dilatação da lei original, dando mais uma chance para quem precisa regularizar imóveis residenciais, comerciais ou industriais.
A intenção da Prefeitura é estimular a regularização na cidade, esperando reflexos no mercado imobiliário e incrementos na arrecadação, que serão revertidos em benefícios para o município. O prazo para o requerimento da regularização onerosa é até o dia 19 de setembro deste ano (três meses após a publicação da lei), válido nos casos descritos pela norma em vigor. Quem já havia aderido à lei 27/2017 e não concluiu o pagamento, pode reparcelar a dívida. O parcelamento pode ser feito em até 10 vezes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s