Mombaça assegura abastecimento, mas CIS reafirma que economia de água ainda é necessária

Inauguração do Sistema Mombaça garante mais segurança na distribuição de água. Porém, autarquia segue atenta e pede a colaboração da população. Período de estiagem segue até o final de setembro e reflete na situação dos mananciais de Itu.

No dia 10 de agosto, a CIS – Companhia Ituana de Saneamento inaugurou o Sistema Mombaça. Agora utilizado em capacidade máxima, a captação garante mais 280 litros de água, por segundo, para a rede de distribuição. No entanto, o período de estiagem segue até o final de setembro e reflete diretamente nos níveis dos mananciais que abastecem Itu. Por isso, a autarquia mantém a meta de 30% de redução de consumo nos imóveis da cidade.

“Além do Mombaça, temos feito um trabalho contínuo de monitoramento e controle de vazão dos mananciais. Com isso, conseguimos manter de forma regular o abastecimento da cidade durante o período sem chuvas. Em agosto, registramos chuvas de 58,9 milímetros. Este volume deu um alívio para as captações de água bruta. Para seguirmos sem sustos, é necessária a cooperação de todos até o final da estiagem”, pontua o superintendente da CIS, Vincent Menu.

O mais recente levantamento da CIS sobre o nível dos mananciais que abastecem a cidade de Itu mostra que as sete barragens de captação de água operam com 71% de capacidade. As Bacias São Miguel e São Miguel/Varejão, que abastecem a região do Pirapitingui, operam com 60% e 80%, respectivamente. No abastecimento da região central, atuam as bacias do Braiaiá, com 95%; São José, com 90%; Taquaral/Pirapitingui, com 85%; Itaim, com 50% e Gomes, com 40%.

Apesar do nível baixo da bacia do Gomes, Menu salienta que a companhia irá utilizar ao máximo a vazão deste manancial. “Ainda em agosto, estamos planejando o início do desassoreamento desta represa, aumentando assim a sua capacidade. Outra represa que deve ser desassoreada nos próximos meses é a do São Miguel, que abastece a ETA do Pirapitingui”, explica o superintendente da CIS, que ainda destaca a conclusão das obras de um novo reservatório de água tratada, com capacidade para três milhões de litros, ainda este ano.

“O nível das represas subiu, a situação melhorou, mas precisamos continuar economizando. Nossa meta de economia de 30% no consumo ainda vale. Promova o consumo consciente de água”, finaliza Menu.

 

FOTO: DIVULGAÇÃO PREFEITURA DE ITU