E na Copa do Brasil, Ituano é eliminado pelo Uberlândia

Na noite de quarta-feira, dia 31, o Galo de Itu foi eliminado na estreia na disputa da 4ª edição da Copa do Brasil. A estreia foi fora de casa contra o Uberlândia, no Estádio Parque do Sabiá.
O Ituano não repetiu a boa atuação do último domingo contra o Santos e conheceu sua primeira derrota na temporada. Mesmo tendo a vantagem do empate, sofreu dois gols do Uberlândia no Parque do Sabiá, e pela primeira vez não passou da fase inicial: “Nós queríamos seguir na Copa do Brasil. É uma competição nacional. De muita visibilidade para todos e financeiramente muito importante para o clube. Por outro lado, no Campeonato Paulista estamos bem. Vamos descansar, recuperar os atletas, preparar bem a cabeça deles porque no sábado teremos um jogo de muita rivalidade na região”, lembrou o técnico Vinicius Bergantin.
O jogo não começou com a velocidade que o Ituano costuma imprimir, mas teve a primeira oportunidade de gol com Claudinho aos 16 minutos. Felipe espalmou e o próprio Claudinho quase aproveitou o rebote.
O Uberlândia só ameaçou num chute venenoso de Daniel Pereira. Vagner fez grande defesa e mandou para escanteio: “A Copa do Brasil tem uma atmosfera diferente de uma outra competição. Nós começamos bem e fizemos um bom primeiro tempo. Um jogo equilibrado onde tentamos jogar. O Uberlândia teve uma chance de longa distância e nós tivemos duas chances de gol. No segundo tempo o jogo ficou muito morno. Não mudamos a postura, tomamos o gol e não conseguimos reagir” comentou Vinicius Bergantin.
Em 30 minutos o Galo sofreu dois gols. O Ituano tentou esboçar uma reação, mas não conseguiu levar perigo ao gol do Uberlândia que garantiu a classificação para festa de sua torcida: “A torcida fez a parte dela e não influenciou na atuação da nossa equipe. Nós tínhamos que ter ficado mais com a bola no segundo tempo. Tínhamos que ter uma leitura melhor do jogo. O Uberlândia soube aproveitar daquele momento da partida” reconheceu Vinicius.
O Uberlândia enfrentará na próxima fase o Coritiba ou o Parnayhba, que jogarão apenas no próximo dia 7.
Histórico – O adversário traz lembrança de tempos difíceis no início da gestão do Juninho Paulista em junho de 2009. Os dois clubes se enfrentaram pela primeira vez e foi na época a criada Série D do
Com um mês e meio de um elenco totalmente novo, sem patrocínio e sem nenhuma estrutura, o Ituano foi ao sul de Minas Gerais e perdeu por 2 a 1. Era só o quarto jogo da nova administração. Além da Série D,
Mais de 8 anos depois, o Ituano tem uma boa infraestrutura com centro de treinamento de três campos, um estádio reformado e modernizado, porém não foi suficiente para superar a equipe mineira.
Além do título Paulista de 2014, o Ituano na Copa do Brasil de 2015 obteve seu melhor resultado. Chegou as oitavas de final e fez com que desse um grande salto no ranking da CBF, passando da 139ª para 65ª posição.
O confronto do Galo frente ao Uberlândia 5º em 15 dias. Esta sequência influencia na escalação do time. “Pesa sim. É pouco tempo de recuperação. Os jogos são muito intensos. Há um desgaste muito grande. Não posso falar neste momento, porque foi meu primeiro jogo com 90 minutos. Mas certamente haverá uma conversa da comissão técnica com os jogadores. Aqueles mais desgastados e que pode gerar um desconforto ou possibilidade de lesão, é melhor ser poupado”, alertou Bergantin.