Ituano estreia na próxima 4ª feira contra o São Caetano, no “Novelli”

A bola vai voltar a rolar. Na próxima quarta-feira, dia 17, o Ituano estreia no Campeonato Paulista da Série A1 contra o São Caetano, no Estádio Municipal Dr. Novelli Júnior, as 19h30, com transmissão da Premiere.
Campeão paulista em 2002 e 2014, o Galo de Itu integra o grupo A da competição juntamente com o Corinthians, Linense e Bragantino.
Vale ressaltar que o Ituano enfrentará apenas os clubes dos outros grupos, classificando para a fase final os dois primeiros de cada chave. As partidas de quartas de final (ida e volta) serão entre os classificados de cada grupo e quem avançar disputará as semifinais e finais também em duas partidas.
A equipe do Ituano, comandada pelo saltense Vinicius Bergantim está praticamente definida para a estreia. Com treinos com alta intensidade física, o Galo terá uma equipe totalmente renovada com atletas das categorias de base e também nomes pouco conhecidos do cenário esportivo. Assim como os demais clubes, o Ituano teve um investimento discreto para a temporada e espera ter sucesso com os jovens formados no clube.
Alterações – Algumas novidades estão confirmadas para a disputa desta edição. Antiga reivindicação dos clubes, a liberação para utilização dos atletas da categoria de base será a principal novidade para a disputa.
A nova regra permitirá aos clubes a inscrição de duas listas: uma com até 26 jogadores (sendo três goleiros) e outra ilimitada, com apenas atletas das categorias de base. Para isso, contudo, o atleta precisa ser nascido até 1997, registrado na equipe há pelo menos 12 meses de forma ininterrupta e ter disputado ao menos uma competição da base na temporada de 2017.
Outro ponto importante da nova regra é que poderão ser usados numa partida no máximo cinco jogadores simultaneamente.
Outra mudança será na fase final da competição. Os cartões amarelos serão zerados, impedindo assim que algum jogador fique impedido de levar uma advertência no primeiro jogo da final e não poder disputar a última partida do Paulistão.
Já a premiação foi mantida para a edição. Será distribuído um total de R$ 11.790.000 aos clubes. O campeão paulista do ano que vem receberá R$ 5 milhões, mesmo valor que o Corinthians ganhou ao conquistar o título diante da Ponte Preta e o vice-campeão terá um prêmio de R$ 1.650.000.