Implantação do cartão-alimentação acontecerá no início de 2018

A Câmara de Itu aprovou em meados de abril a proposta do prefeito Guilherme Gazzola em criar o cartão-alimentação para os servidores públicos municipais, porém ainda ela não se efetivou.
De acordo com as informações colhidas pela reportagem, o processo de licitação para a contratação da empresa responsável por gerir o novo sistema apresentou problemas por quatro vezes e a Prefeitura precisou refazer a contratação.
Com a possibilidade, os mais de 2,7 mil servidores poderão optar pelo cartão no valor de R$ 285 ou seguir recebendo mensalmente a cesta básica. A licitação foi vencida pela Verocheque que oferece ampla rede de estabelecimentos comerciais filiados na cidade. De acordo com o site da empresa são credenciados no município 73 estabelecimentos comerciais, sendo que o número poderá aumentar em virtude da implantação do sistema aos servidores públicos. A lista completa está disponível no site http://www.verocard.com.br/rede-credenciada
Na quarta-feira, dia 6, houve uma reunião no gabinete do prefeito Guilherme Gazzola para anunciar ao Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Itu o início da distribuição do cartão com a participação da secretária de Finanças Georgia Ortenzi, o diretor do departamento de Recursos Humanos, Carlos Alberto Santos e o presidente do Sismi José Flamínio Leme.
Ainda no mês de dezembro a Prefeitura de Itu pagará aos funcionários o abono Natal no valor de R$ 152,39 e, também antecipará para o dia 15, a segunda parcela do 13º, mostrando equilíbrio nas contas públicas e movimentando a economia.